Produtores de leite recebem equipamentos e insumos para manejo de pastagem em Cacoal, RO

Produtores de leite de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, receberam nesta sexta-feira (2) equipamentos e insumos para implementar o pasto rotacional. A ação faz parte do Projeto Produção de Leite a Pasto. Quatorze pequenos agricultores foram beneficiados pelo programa que é desenvolvido pela Empresa Estadual de Assistência de Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater).

Os produtores receberam calcário para a recuperação do solo e equipamentos para fazer a divisão dos pastos, como arame e parafusos. De acordo com o gerente do escritório da Emater em Cacoal, Josué Barboza, o principal objetivo do projeto é aumentar a produção leiteira na região.

“Nossa expectativa é que com a divisão do pasto e a adubação correta do solo, para que a produção de leite, que gira em torno de cinco litros por vaca, triplique nos próximos anos. Claro que para isso, o produtor também deverá fazer a parte dele, mantendo o pasto sempre em boa qualidade”, revela.

Leonildio Knack é um dos beneficiados com o programa. Ele conta que já iniciou o pasto rotacional na propriedade por incentivo de um vizinho e viu a produção aumentar de quatro litros de leite por vaca para 10. Agora, ele quer produzir ainda mais.

“Quero produzir 20 litros por vaca. Mesmo com o preço do leite baixo e isso nos prejudica um pouco, é preciso sempre estar atento as novas tecnologias que visam aumentar a produção e consequentemente os lucros”, aponta o produtor.

Cada pecuarista de leite recebeu cerca de R$ 6 mil em equipamentos e insumos.

Além dos equipamentos e insumos, os produtores também receberão acompanhamento técnico da Emater durante 5 anos. Nesse período, o Governo do Estado espera mais que dobrar a produção de leite em Rondônia.

Fonte: G1