Procon-Cacoal alerta sobre golpe em compras em sites de vendas

Diante de registro de golpes, onde criminosos estão usando os dados de empresas da cidade para enganar as pessoas com a suposta venda de produtos pela internet, o Procon-Cacoal alerta à população para verificar a procedência do produto, da loja ou site, antes de repassar os dados pessoais, ou depositar dinheiro para fechar  a compra de produto ou contratar qualquer  tipo de serviço.

De acordo com a coordenadora do Procon no município, Karuze Lessa, nesta semana o proprietário de uma concessionária de automóveis procurou o órgão para relatar a descoberta de um golpe envolvendo o nome de sua empresa. “Segundo ele uma pessoa ligou na empresa informando que havia feito depósito de dinheiro em uma conta bancária, que havia sido fornecida por um golpista que realizava a venda de um automóvel em um site de vendas”, conta.

Hoje, segundo Karuze, as pessoas se atraem em ótimos preços e serviços e, inúmeros consumidores já foram lesados ao tentar realizar uma compra ou solicitar um serviço. “Ao receber ou pesquisar uma promoção, a pessoa deve ligar para loja, pesquisar o produto, pesquisar o site, tudo isso para tomar conhecimento se existe ou não a oferta”, ressalta Karuze.

Cuidados a serem tomados:

O Procon orienta o consumidor a pesquisar a loja e sua autenticidade: Ao inserir dados pessoais e/ou do cartão de crédito; ver no site que oferece o produto ou serviço se está o cadeado ativado (cadeado de segurança); se o site possui o HTTPS:// onde “s” significa segurança.

Usar computador confiável e ter cuidado ao usar os de lugares públicos como universidades e lan houses, onde muitas pessoas também acessam: Verificar se antivírus está atualizado: Não abra e-mail com promoções ou ofertas sem conhecer a procedência da loja.

Verificar o endereço físico da loja virtual, se a está em estado afastado ou em outro país, onde as trocas e devoluções podem ser mais difíceis. Quando contratar serviço, os consumidores devem ler atentamente todas as cláusulas do contrato e tirarem suas dúvidas, assim evita a prática abusiva.

“Seguindo essas dicas, a pessoa fica alerta e evita de cair em possíveis golpes ou propaganda enganosa”, esclarece a coordenadora do Procon.

Em caso de dúvidas, reclamações, denúncias ou sugestões, o consumidor deve procurar o Procon, na Avenida Anísio Serrão nº 2168, no Centro. Ou ligar no 3907-4132.

Fonte: Tribuna Popular- Foto: Rogério Aderbal