Internado após se entregar em Cascavel, senador Acir Gurgacz tem atestado para ficar 3 dias no hospital

O senador Acir Gurgacz (PDT) tem atestado para ficar três dias internado no hospital, segundo a Polícia Federal (PF).

Ele precisou ser hospitalizado depois de se entregar à polícia em Cascavel, no oeste do Paraná, na noite de quarta-feira (10).

Acir Gurgacz se apresentou para cumprir a pena imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de 4 anos e 6 meses de prisão.

Até a manhã desta quinta-feira (11), o Hospital São Lucas – que pertence à família do senador e é onde ele está internado – não tinha divulgado boletim médico sobre o estado de saúde do parlamentar.

Acir Gurgacz teve problemas de pressão alta, de acordo com a PF. O parlamentar está sozinho no quarto, escoltado por policiais federais.

Apesar de ser senador por Rondônia, Acir Gurgacz é de Cascavel.

Ordem de prisão

A ordem de prisão contra o senador foi motivada pela condenação por crimes contra o sistema financeiro.

O parlamentar foi considerado culpado de fraudar um empréstimo obtido para empresa de turismo da família.

A defesa tentou suspender o mandado de prisão, mas teve pedidos rejeitados pelo relator da ação, ministro Alexandre de Moraes, e pelo presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli.

Alexandre de Moraes determinou a transferência de Acir Gurgacz para Brasília. Isso só deve ser feito depois que o senador sair do hospital.