Prefeitura firma convênio com PM para regularização do trânsito na cidade com ações educativas e fiscalizatórias

Prefeitura e Polícia Militar firmaram um convênio nesta semana para regularização do trânsito na cidade. O foco é atuação conjunta dos órgãos para agir em ações educativas e também na fiscalização. O convênio foi firmado pelo prazo de um ano e pode ser renovável por mais um, caso haja o interesse entre as partes.

Estiveram presentes na reunião o prefeito Eduardo Japonês, o secretário de Trânsito Roccio Aires juntamente com o assessor executivo José Teixeira, Major Diego Batista Carvalho da Polícia Militar, o diretor da Ciretran, Gustavo Ozeika e o vereador Carlos Suchi. A reunião também contou com Dalvino Lopes, presidente da associação de mototaxistas do município.

Japonês destacou que os principais objetivos deste convênio são garantir fiscalização eficiente para reduzir o número de acidentes no município. “Hoje nossa cidade possui um grande número de veículos. Em horários de pico, há algumas pessoas que acabam prejudicando os demais, cometendo infrações e estacionando em locais proibidos. Vamos tentar manter a ordem agora junto com a Polícia de Trânsito”, explica.

Em parceria com a Ciretran, a Prefeitura utilizará um guincho para remover os veículos que estiverem irregulares. De acordo com Roccio, a reunião foi base para dar o pontapé nas fiscalizações. “Hoje começa nossa parceria, vamos trabalhar em operações conjuntas, tanto educativas, quanto repressivas. A saúde de nossos condutores e a fluidez no trânsito são nossas principais preocupações”, destacou o secretário.

Roccio ainda ressaltou que nos primeiros dias do convênio ativo, serão fiscalizadas regiões de grande aglomeração de veículos, para que evitem estacionamento em locais proibidos. “Quem passar em sinal vermelho, estiver usando celular enquanto dirige ou estacionar de forma irregular podem ser autuados. E, claro, embriaguez e condução não combinam”, afirma.

Semcom