Rolim de Moura – Fila para mamografia está zerada e saúde informa que tem vagas disponíveis

Parceria com unidade de prevenção do Hospital do Amor possibilita realização de exames em Ji-Paraná

A prefeitura de Rolim de Moura (RO) por meio da Clínica da Mulher esclarece a população que embora o mamógrafo não tenha sido instalado, a demanda para exames de mamografia, conforme estabelece os protocolos do Ministério da Saúde, está zerada. A diretora da clínica da mulher, Ester Cardoso, afirmou que existe um mamógrafo para ser instalado em Rolim de Moura, porém depende de questões técnicas que fogem da alçada do município. Outro ponto que deve ser esclarecido que a mamografia é um exame de alta complexidade e o município de Rolim de Moura e de média complexidade. “Não é por falta de vontade do poder público, são questões burocráticas, por exemplo a sala foi construída e baritada conforme exigência do Ministério da Saúde, o problema é que o equipamento que chegou ao município por doação do Estado, que por sua vez já havia recebido o mamógrafo doado pelo consórcio das usinas construídas na capital não funciona, pois o engenheiro responsável pela instalação do mesmo, fez as exigências para adequação, porém nunca mais retornou para conferir o que solicitou.

Outro fato é que a energia não tem estabilidade em 220V, que é necessário para ligar e manter o mamógrafo, inclusive a Eletrobras (atual Energisa) já foi notificada sobre o fato, porém até hoje não deu uma resposta e a energia elétrica tem problemas de oscilação, o que comprometeria o funcionamento do mamógrafo.

A diretora esclarece que em nenhum momento as pacientes ficaram desassistidas, pois a demanda era encaminhada para Vilhena, conforme agendamento, e recentemente foi estabelecida uma parceria entre o município de Rolim de Moura firmada com o Hospital do Amor, por meio da unidade de prevenção em Ji-Paraná, com encaminhamento de 80 pacientes por mês, para a realização do exame de Mamografia de Rastreamento.

Esta parceria será continua e ofertará quantas vagas o município necessitar e tudo será feito conforme agendamento, de forma que hoje a fila está zerada, inclusive neste mês de outubro por se tratar ao mês dedicado a saúde da mulher, “outubro Rosa”, a Clínica da Mulher, encontra-se com mais de 40 vagas para mamografia.
A paciente de 40 a 69 anos de idade deverá comparecer a clínica da mulher portando solicitação medica e Xerox RG, CPF, comprovante de residência, cartão do SUS.

A direção da clínica da mulher informou que o município disponibiliza o transporte e que até agora já foram atendidas mais de 400 pacientes, zerando assim a fila de espera.

Sobre a situação do Mamógrafo foi informado que Ministério Público tem acompanhado a situação, e que além do problema com a instabilidade da energia, não há mão de obra especializada para os exames, como por exemplo médico radiologista para laudar os exames, e que assim como tantas outras especialidades que são encaminhadas para Cacoal e Porto Velho, a parceria com o Hospital do Amor ajudará a manter a fila zerada.