Empresário da indústria em Mato Grosso segue pouco confiante com a economia

industriaA expectativa dos industriais para os próximos seis meses segue negativa para a economia brasileira apontando apenas 47,9 pontos, contudo quando o assunto é a empresa o saldo é positivo de 53,2 pontos.

Os números são do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), referente ao mês de outubro.

O Índice mostra que a confiança do empresário industrial em Mato Grosso é de 46,8 pontos em outubro, se comparado com setembro, ficando abaixo da linha divisória de 50 pontos. Apesar da negatividade, que inclusive é 2,2 pontos inferior aos 49 pontos de setembro, ao se comparar com outubro de 2015 há um incremento de 10,2 pontos ante a baixa confiabilidade de 36,6 pontos na época.

Segundo a pesquisa, a confiança às condições atuais da econômica brasileira melhoraram de um ano para o outro saltando de 18,1 pontos para 35,8 pontos, porém ainda seguem baixas. Já no Estado de 24,8 pontos para 36,3 e na empresas de 31,3 pontos para 39 pontos.

Para os próximos seis meses as expectativas são positivas apenas no que diz respeito a própria empresa com 53,2 pontos, enquanto para a economia brasileira é de 47,9 pontos e para o Estado de 49,2 pontos.

Porte e setores segue em baixa

Por porte das empresas houve evolução na confiança de um ano para o outro, mesmo seguindo abaixo da linha dos 50 pontos. Em outubro a cofiança nas empresas de pequeno porte ficou em 43,1 pontos, acima dos 38,1 pontos de outubro de 2015, porém abaixo dos 45 pontos de setembro.

Entre as médias e grandes empresas o salto foi de 35,6 pontos para 48,3 de um ano para o outro, enquanto em setembro apresentou queda em relação aos 50,7 pontos verificados na ocasião.

Entre as atividades a indústria da construção apresentou 41,8 pontos de confiança em outubro, enquanto as indústrias extrativas e de transformação 48,2 pontos.

Fonte: Portal do Agronegócio