Senador cobra rapidez na transposição de servidores de AP, RR e RO

Em pronunciamento nesta quinta-feira (3), o senador Pastor Valadares (PDT-RO), pediu ao governo federal que acelere a transposição dos servidores dos antigos territórios de Rondônia, Roraima e Amapá para os quadros da União, como garantem as emendas constitucionais 60/2009 e 79/2014.

Ele reclamou que a transposição está sendo feita muito lentamente. No caso de Rondônia, por exemplo, a emenda que garante esse direito é do final de 2009, mas até agora apenas 1.710 servidores foram beneficiados e estão recebendo salário do governo federal.

imagem_materia

Após ressaltar que outros 17.400 servidores de Rondônia esperam uma decisão do governo. Pastor Valadares destacou que a transposição representa uma economia importante para o estado.

— O governo do estado [de Rondônia] estima que a incorporação pelo quadro da União dos funcionários admitidos até março de 1987 gera uma economia de R$ 30 milhões por mês, que poderão ser investidos em segurança, saúde, educação ou na própria valorização das carreiras estaduais — afirmou.

De acordo com o senador, dados do Ministério do Planejamento revelam que mais de 51 mil pedidos de transposição foram feitos por servidores dos três estados. Em setembro, ainda havia mais de 34 mil aguardando resposta e apenas 2.143 servidores de Rondônia, Roraima e Amapá já haviam sido beneficiados.

Agência Senado