Acadêmicos da Facimed repudiam violência contra mulher

Após uma acadêmica da Facimed sofrer agressões por parte do esposo, no dia seguinte acadêmicos da faculdade se reuniram para manifestar sua indignação e prestar apoio e solidariedade a todas as mulheres, vítimas de agressão.

O fato aconteceu na noite de terça-feira (24), quando o companheiro teria usado uma corda para “laçar” a esposa, lenvando-a embora na frente de vários acadêmicos. O agressor foi conduzido até a delegacia pela Políciai Militar e foi flagranteado pelo delegado de plantão. Um inquérito foi instaurado.

De acordo com a acadêmica de psicologia, Gabrielli Oliveira, o fato mobilizou a todos em uma discussão e reflexão. “Todos acadêmicos e docentes de psicologia repudiam a atitude desse rapaz. Hoje tivemos um momento de sororidade, mas, esses movimentos deviam acontecer com mais frequência, não só quando acontece algo assim”, disse ela.

Aproveitando o momento, os acadêmicos realizaram um abaixo assinado para ser entregue à direção da faculdade. De acordo com os estudantes, é necessário que se tenha mais segurança no local para que não ocorra situações como esta. “Fizemos também um abaixo assinado reinvindicando segurança na faculdade, visto que, demitiram os seguranças neste ano e as catracas não estão funcionando mais. Queremos que volte as medidas de segurança para que não ocorram mais casos como esses”, afirmou a acadêmica.

As turmas de Psicologia fizeram o trabalho de confecção de cartazes que foram usados na manifestação e também foram espalhados na Faculdade.

Fonte: Giliane Perin – Fonte Rondônia In Foco