Professor da rede estadual é selecionado para compor banco de avaliadores do MEC

O professor Mirivan Carneiro Rios, coordenador do Núcleo de Tecnologia Educacional da Coordenadoria Regional de Educação de Cacoal, está entre os docentes selecionados para integrar o Banco de Avaliadores do Ministério da Educação.

Mirivan, além de servidor da Secretaria Estadual de Educação, é professor universitário da Faculdade de Pimenta Bueno o que permitiu sua inscrição para a seleção de avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, realizada em março.

O Banco de Avaliadores é composto por docentes do ensino superior e consiste em um cadastro nacional e único de avaliadores selecionados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais para avaliar instituições de educação superior. O resultado da seleção feita pelo Ministério da Educação saiu nesta semana.

“A importância de compor o Banco de Avaliadores é estar constantemente em um processo de formação continuada no tocante às políticas públicas da educação superior, da legislação educacional. Além disso, permitirá estar sempre em contato com profissionais de outras regiões do país, o que possibilita uma troca de experiências. Toda esta vivência possibilitará um aprendizado profissional”, destacou Mirivan Carneiro.

Os principais objetivos da avaliação feita pelo MEC envolvem melhorar o mérito e o valor das instituições, áreas, cursos e programas, nas dimensões de ensino, pesquisa, extensão, gestão e formação; melhorar a qualidade da educação superior e orientar a expansão da oferta, além de promover a responsabilidade social das instituições, respeitando a identidade institucional e a autonomia de cada organização.

Escolas Estaduais – Núcleo de Tecnologia Educacional

Coordenador do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) na Coordenadoria Regional de Cacoal, Mirivan Carneiro explica a importância da tecnologia para a educação. “Os Núcleos de Tecnologia são ambientes com equipe interdisciplinar de professores e técnicos qualificados. O objetivo é oferecer a formação contínua aos professores e assessorar escolas da rede pública, no nosso caso da rede estadual de ensino, no uso pedagógico das tecnologias da informação e comunicação”, explicou.

Mirivan Carneiro enfatiza ainda que entre as principais atribuições do NTE  estão capacitar os professores para o uso das TIC’s (Tecnologia de Informação e comunicação), visando a transformação de sua prática pedagógica; estruturar um sistema de formação continuada de professores no uso das tecnologias, visando o máximo de qualidade e eficiência; possibilitar aos professores a oportunidade de intercomunicação e interação entre os professores de diversas regiões geográficas do país o que deverá gerar uma nova cultura de educação à distância; sensibilizar e motivar as escolas para incorporação das tecnologias de informação e comunicação; acompanhar e avaliar o processo de informação das escolas; assessorar pedagogicamente para o uso das tecnologias no processo de ensino-aprendizagem.

Fonte: Giliane Perin